segunda-feira, 18 de abril de 2011

Desfraldar e desmamar...um tempo para cada coisa, e cada qual faz o seu tempo!

Esta semana ouvi de uma conhecida dois comentários que bem mereceram o despertar do meu lado tolerância zero, mas optei por um sorrisinho amarelo, daqueles q se traduzidos, diriam: cuide de sua vida.
Minha filha completou dois anos agora em março, e essa conhecida veio me dizer que eu não posso mais amamentar minha filha no peito, que ela já esta grande, e que é feio eu ainda deixar ela usar fraldas.
Ai resolvi postar sobre o assunto.
Primeiro, a de se entender que cada criança tem o seu tempo, o seu momento, e que apressá-las, ou pressioná-las demais, pode ser muito mais traumatizante do que facilitador de qq coisa.
Em casa a Vitória bem vai ao banheiro, avisa quando quer e o que quer fazer, o único probleminha é q se recusa a usar papel higienico, a cada ida ao banheiro, um banho em seguida.
Eu também tinha uma visão de que ela estava muito grandinha pra usar fraldas, mas aprendi a entender e respeitar os sinais que ela mesma me dá, de que as coisas estão acontecendo, mas no ritmo dela.
Na escolinha descobri o porque dela não utilizar o banheiro: ela tem medo dos personagens do filme procurando nemo, e eles estão estampados pelo banheiro todo, ai entra muito paciência e didática pra ela entender q são apenas desenhos.
Algumas crianças logo que completam 1 ano, já se sentem seguras para o processo de desfraldar, outras com 2 e algumas ate mesmo com 3 anos, o que vale lembrar aos pais, que este é um processo que tem de ser natural, e que não podemos nos mostrar frustrados caso nossos filhos demorem mais que os coleguinhas para abandonarem as fraldas.
Como eu já disse num post antigo, não há um B a Bá, uma cartilha que se seguida faça todas as crianças agirem iguais, até pq elas não são robôs.
Minha filha dorme uma noite inteira sem fralda e sem fazer xixi na cama, no entanto, não fica sem fralda na escola ou quando esta com a Tia dela, entendi que ela se segura dentro da minha casa, do ambiente dela, e que será apenas uma questão de tempo para essa segurança ampliar-se.
Sem contar que as idas ao banheiro em casa são acompanhadas de musica, coreografia e comemoração da mãe quando tudo sai direitinho, e quando não saio, sempre falo pra ela que da  próxima vez iremos conseguir, para que ela entenda que não esta sozinha nessa.
Já com relação a amamentação, ai terei que ser curta e grossa, a filha é minha, os seios e a vida também, ai, faço deles o que bem entender.
Sem contar que minha filha já esta abandonando por conta, num processo natural, sem lágrimas e traumas.
Então fica aqui o meu recado, não tem pq apressar as crianças, temos também que aprender a respeitar o tempo delas, e nos posicionarmos da maneira mais benéfica pra eles, observando sempre como reagem, e quais posturas nossas deixam eles mais livres para se desenvolverem sem trauma.
E só deixar a preocupação rolar quando notarmos que o tempo anda passando demais e nenhuma mudança vem acontecendo.
Cada criança tem um ritmo, é um individuo, e te que ser respeitado como tal, isso incluí ter paciência, ser tolerante e participativo em todos os processos de desenvolvimentos de nossos pequenos.
Lembrando também, que escola e família tem que buscar meios de falarem a mesma língua, para que a criança compreenda com facilidade o que se espera dela e não fique confusa.
Ah, e pais, comemorem e muito as conquistas de seus filhos, é muito importante para eles.

4 comentários:

  1. Obrgada NMArina.
    Seja bem vinda ao meu blog

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelas palavras. Muito esclarecedoras e encorajadoras.
    Quanta pressão sofremos quanto a término da amamentação não é? Não fazia idéia que era assim... Meu filho tem 1 ano e 5 meses e digo quero amamentá-lo até pelo menos os 2 anos, mas agora vem a preocupação (do meu marido) de tirar a fralda com a mesma idade, o que seria muito difícil, então seria bom já ir tirando o peito.
    Discordo totalmente!!! Tudo será no tempo certo. Tentarei primeiro a fralda com 2 anos e depois disso o peito.
    Mais uma vez obrigada!

    Luciana

    ResponderExcluir
  3. Tem dias que me desanimo, minha filha tem 2 anos mama no peito (aí as pressoes), mais quero que se explodam!!!!melhor no peito do que na chupeta que não tem nada de beneficio para a criança, pelo menos peito tem leite e não prejudica na fala, dentição como a chupeta, e ela esta no processo de desfraldar, mais sempre que pede para fazer "coco" acaba de fazer na roupa, ai minha paciencia para ir ensinando.... gostei muito das suas palavras, vejo que não estou sozinha

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante!